Antonina

Calendário de eventos

Tendo em vista as freqüentes alterações das datas comemorativas (com exceção das datas da Festa de Nossa Senhora Do Pilar e da festa de aniversário da cidade), sugere-se consultar previamente – Contato:

Carnaval de Rua

O Carnaval paranaense tem, sem dúvida nenhuma, sua maior força e animação no litoral. Antonina e outras cidades litorâneas se transformam nos cinco dias de folia. A agitação dos foliões e os batuques dos Blocos e Escolas de Samba se ouvem 24 horas por dia. Mas o mais famoso Carnaval do Paraná é o da cidade de Antonina, hoje conhecido no Brasil inteiro, como um dos mais autênticos e animados de todos, com bailes públicos, concursos de fantasias e desfiles de Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos.
Sexta-feira que antecede o sábado de Carnaval, muitos moradores, dos mais antigos até as crianças que já conseguem andar sozinhas, vão para a folia. No sábado já é impossível andar pelas ruas. Os foliões da terra se misturam com brasileiros do Oiapoque ao Chuí, que quase sem querer, entram no ritmo alucinado dos capelistas, como são conhecidas as pessoas que nascem em Antonina.
Ninguém fica indiferente a festa, pois pode-se afirmar que Antonina já nasceu carnavalesca. Impossível localizar-se historicamente quando começou o Carnaval e com as características que conserva até hoje. Graças à tradição oral que relatam histórias fantásticas de Corsos, Cordões, Blocos, Escolas de Samba e Bailes que marcaram época, e que foram passados de pai para filho, pode-se ter uma idéia. Isso faz com que o Carnaval de Antonina tenha tanta coisa pitoresca.
Do final do século XIX até a segunda década deste século XX o Carnaval caracterizou-se pelas “Brincadeiras de Rua”. Homens e mulheres saíam às ruas com pinturas imitando bigodes, pintas de beleza, etc. Para isso usavam graxa, barro e banha com carvão de fundo de panela. Água não podia faltar: “Laranjinha” - bolinhas de cera, cheias de água perfumada, que as jovens lançavam nos moços que passavam, preferencialmente naqueles que eram mais “almofadinhas”.
Os banhos com baldes de água do mar, tiradas de canoas, previamente enchidas, eram uma brincadeira indispensável. Costumava-se reservar com antecedência, cachos de banana que, amadurecidas, eram saboreadas durante as visitas de confraternização entre as famílias, junto ao “Barreado” - prato típico do litoral, preferido pelas mulheres na época do “entrudo”, uma vez que seu preparo lhes permitia acompanharem seus parceiros nas brincadeiras carnavalescas, dançando o “Fandango”.
O Carnaval paranaense tem, sem dúvida nenhuma, sua maior força e animação no litoral. Antonina e outras cidades litorâneas se transformam nos cinco dias de folia. A agitação dos foliões e os batuques dos Blocos e Escolas de Samba se ouvem 24 horas por dia. Mas o mais famoso Carnaval do Paraná é o da cidade de Antonina, hoje conhecido no Brasil inteiro, como um dos mais autênticos e animados de todos, com bailes públicos, concursos de fantasias e desfiles de Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos.
Até hoje Antonina continua sendo o melhor carnaval do Paraná vale a pena ver as fotos que documentam tamanha festa.

  • Carnaval de Rua
  • Carnaval de Rua
  • Carnaval de Rua
  • Baía de Antonina
  • Carnaval de Rua
  • Carnaval de Rua
  • Carnaval de Rua

Festival de Inverno

Todos os anos, na primeira quinzena de julho, Antonina oferece aos moradores e visitantes um contato com as artes e a cultura, disponibilizando ao público oficinas de artes plásticas, teatro, música, literatura, artesanato e arte-educação, além de espetáculos públicos (do popular ao erudito). Promovido em parceria entre a UFPR e a Prefeitura Municipal, conta com várias apresentações artísticas e culmina com a apresentação do resultado da conclusão das oficinas, seguido de grande show público.

Festa do Bom Jesus do Saivá

É realizada a partir do dia 28 de julho de cada ano, na semana que antecede o dia 6 de agosto. Precedida por novenas e festejos, culmina com uma procissão que leva a imagem do Bom Jesus do Saivá até a Igreja de Nossa Senhora do Pilar.
Igreja do Bom Jesus do Saivá está localizada na Praça Carlos Cavalcanti ao lado da Estação Ferroviária.

Festa de Nossa Senhora do Pilar – Padroeira de Antonina

É tradicional a sua realização no período de 6 a 15 de agosto de cada ano. Precedida por novenas e procissões, a festa atrai devotos e fiéis de todo o Estado. Paralelamente às cerimônias religiosas, ocorrem comemorações populares com barracas de artesanatos, comidas típicas e bebidas, culminando com um excepcional espetáculo pirotécnico.
É, ao lado do carnaval Antoninense, uma grande festa popular, o mais concorrido dos eventos religiosos do Paraná.

  • Festa de Nossa Senhora do Pilar – Padroeira de Antonina
  • Festa de Nossa Senhora do Pilar – Padroeira de Antonina

Festa de aniversário da cidade

No dia 06 de novembro Antonina comemora Emancipação Político-Administrativa, ocorrida em 06/11/1797. Vários acontecimentos marcam a passagem da emancipação do município, como apresentações musicais, torneios, desfiles escolares e comemorações cívicas.

Festa do Caranguejo

O caranguejo, preparado à moda caiçara, faz a delícia do evento gastronômico. Local: Feira-mar, junto ao Mercado Municipal, hoje totalmente restaurado.