Morretes

Festa de Nossa Senhora Aparecida

Data que ocorre: 12 de Outubro (ou no 2º. Domingo de Outubro)
Periodicidade: Anual
Ano da 1ª. Realização: 1944
Quem promove o evento: Paróquia de Nossa Senhora do Porto e Comunidade de Barreiros
Endereço ou localização: Barreiros
Descrição: Em 1917, o Sr. Ernesto Carlos Schmidt, foi convocado para ir à guerra. Sua esposa Ida Schmidt encontrava-se grávida já no 8º. mês. Ele fez uma promessa a Nossa Senhora Aparecida, que caso voltasse para conhecer seu filho, ele ergueria uma capela em homenagem a Nossa Senhora Aparecida. O bebê da promessa é Dona Doca, hoje com 88 anos.
Em 1944 foi erguida a Capela em madeira, e em 1950, a Capela foi refeita em alvenaria.
Hoje, a Capela. Onde se realizam ano a ano a festa em louvor a Nossa Senhora Aparecida, está registrada na Mitra Diocesana de Paranaguá, onde sãs realizadas novenas de louvor a Virgem e Missa Solene, leilão e procissão cm o Andor de Nossa Senhora Aparecida, coma participação de centenas de fiéis.

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Morretes - 25/02/2005

  • Festa de Nossa Senhora Aparecida
  • Festa de Nossa Senhora Aparecida

Festa de Nossa Senhora do Porto

Data que ocorre: 08 de Setembro
Periodicidade: Anual
Ano da 1ª. Realização: Em 15 de julho de 1769 foi celebrada a 1ª. Missa Festiva
Quem promove o evento: Paróquia de Nossa Senhora do Porto
Endereço ou localização: Igreja Matriz, Rua Coronel Modesto, s/n
Descrição: A partir de 1849, a Festa da Padroeira é realizada no dia 08 de Setembro, data em que é celebrada a Natividade de Nossa Senhora. Neste mesmo dia, na volta da Procissão, ao subir a rampa da Igreja, a imagem da Padroeira que havia sido doada pelo Capitão Antonio Rodrigues e sua esposa Maria Pinheiro de Carvalho, caiu do andor, e por ser de barro, espatifou-se no chão, o que causou profundo pesar entre os fiéis.
Com a ajuda dos paroquianos foi adquirida uma nova imagem, provinda da Bahia, esculpida em madeira (jacarandá) que permanece até os dias de hoje, na Matriz.
Em preparação a Festa, são realizadas 9 novenas, e no dia da Festa é celebrada missa solene e ao término, festa externa, onde é servido churrasco e o tradicional Barreado.
Às 18h00, sai a Procissão com o andor de Nossa Senhora adornado com orquídeas da região, e pelas ruas por onde passa, as casas são enfeitadas com flores, ao lado de imagens de Jesus e de sua Mãe, Maria Santíssima.

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Morretes - 25/02/2005

Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima

Data que ocorre: Conforme o Ano Litúrgico, na segunda quinzena de maio ou na primeira de julho.
Periodicidade: Anual
Ano da 1ª. Realização: 1765
Quem promove o evento: Paróquia de Nossa Senhora do Porto
Endereço ou localização: Igreja Matriz e Capelas do município
Descrição: Festa famosa, no passado denominada de “Folias do Divino”, teve início em 1765, quando a “Irmandade do Glorioso São Benedito dos Homens Preto do Povoado do Menino Deus dos Três Morretes”, faziam procissão luminosa sobre o histórico Rio Cubatão, hoje Nhundiaquara.
Em 1863, adquiriu características que ainda permanecem entre nós: com 1 mês de antecedência, os foliões saem às ruas da cidade e pelos sítios, com as Bandeiras do Espírito Santo e da Santíssima Trindade, com violeiros e batedores, que chegam às casas, cantando versos de cumprimentos às famílias, que os recebe em seus lares, fazem orações e enquanto aguardam a oferta, lhes é servido oferendas como sucos e lanches. Ao saírem, abençoam a família prometendo voltar no ano seguinte.
São realizadas 9 novenas, com quermesses e no dia da festa, missa solene com festa externa, culminando com a Procissão em louvor ao Divino Espírito Santo.

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Morretes - 25/02/2005

  • Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Procissão da Festa do Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Momentos da procissão da Festa do Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Momentos da procissão da Festa do Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Chegada da procissão da Festa do Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Bingo - Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Bingo - Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima
  • Festa em louvor ao Divino Espírito Santo - Porto de Cima

Festa de São João

Data que ocorre: 23 de junho
Periodicidade: Anual
Ano da 1ª. Realização: 1879
Quem promove o evento: Paróquia de Nossa Senhora do Porto e comunidade local.
Endereço ou localização: Ponte Alta.
Descrição: A Festa começa com terço cantado pelo Capelão, morador da Ponte Alta e em seguida a celebração da Santa Missa pelo Vigário da Paróquia, seguidos de come e bebes (iguarias da própria região) e um animadíssimo forró.
Enquanto os jovens dançam, os mais velhos divertem-se em rodada de truco na Casa da Farinha, que fica ao lado da Igreja. À meia-noite em ponto, param a música e o jogo, para a saída da Procissão, com a imagem de São João, até a fonte, onde eles submergem os pés de São João, para abençoar a água.
Toda comunidade presente, benze-se coma água, bebem, enchem garrafas para levar para suas casas, porque crêem ser ela miraculosa.
Após o banho, São João volta para o altar e a moçada cai na dança até demadrugada.

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Morretes - 25/02/2005

Festa em louvor a Santo Antonio

Data que ocorre: 13 de junho.
Periodicidade: Anual
Ano da 1ª. Realização: Junho de 1900.
Quem promove o evento: Paróquia de Nossa Senhora do Porto e comunidade local
Endereço ou localização: América de Baixo e América de Cima.
Descrição: A Festa de Santo Antonio teve início em 1900 quando da construção da 1ª. Capela que era de madeira. Durante muitos anos, foi dirigida pelos Capelães Sebastião Ribeiro, Bento Meren, Isaias Campos, Roberto França e Henrique Ponte, que semanalmente reuniam a comunidade para a realização do Terço, que era cantado, coma duração de 2 horas. Em seguida rezavam a Ladainha em latim. É uma festa tradicional, que recebe centenas de devotos que vêem de todo o litoral e até da Capital. Em preparação é celebrado o Tríduo de Santo Antonio, com fogueira, quermesse a arrasta-pé.
No dia da festa é realizada missa solene, leilão de prendas doadas pelos devotos e procissão com o andor de Santo Antonio

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Morretes - 25/02/2005

Festa de São Pedro

Data que ocorre: 29 de junho
Periodicidade: Anual
Ano da 1ª. Realização: Junho de 1900
Quem promove o evento: Paróquia de Nossa Senhora do Porto e comunidade local
Endereço ou localização: Anhaia
Descrição: A Igreja de São Pedro foi construída em 1900, data da celebração da 1ª. Festa em louvor a Grande Apóstolo de Cristo. Era de madeira e estuque. Sob a Igreja, está sepultada uma família toda, que foi vítima do então chamado “Dilúvio do Anhaia”, do qual se salvou somente o empregado da família. Dizem que foi castigo, pelo fato da família fechar as portas para as Bandeiras do Divino Espírito Santo e da Santíssima Trindade, que visitavam as casas a localidade.
A atual Igreja foi construída em 1930, onde a Festa de São Pedro, atrai devotos de várias cidades do nosso Estado. É uma grande romaria de ônibus lotados de fiéis.São executados rezas de terços, novenas e no dia da Festa, missa solene e procissão, leilão de prendas, churrasco e o famoso prato típico de Morretes, o barreado.

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Morretes - 25/02/2005

  • Igreja de São Pedro do Anhaia

Festa de São José e Nossa Senhora da Salete

Data que ocorre: São José – Março / Nossa Senhora da Salete – Setembro.
Periodicidade: Anual.
Ano da 1ª. Realização: Nossa Senhora da Salete em 1952.
Quem promove o evento: Paróquia de Nossa Senhora do Porto e comunidade local.
Endereço ou localização: Marumbi.
Descrição: Na localidade do Marumbi, durante mais de 6 décadas, realizou-se a festa de São José, na casa da Família Gnatta e depois numa capela de madeira. Em 1952, foi construída a Capela atual, e por ocasião das Missões, os Padres Salestianos introduziram a imagem de Nossa Senhora da Salete, Padroeira dos Agricultores.
Desde então são realizadas e Março a Festa de São José e no mês de Setembro a de Nossa Senhora da Salete, com novenas, terços, e no dia da festa, bênçãos das frutas e verduras, oriundos dos esforços e dos trabalhos dos agricultores que cultivam a terra para seu sustento. É uma festa tradicional que anualmente atrai centenas de fiéis, de diversas cidades.

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Morretes - 25/02/2005

A XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013

A Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes nasceu da união de agricultores com o poder público, com o objetivo de criar mecanismos de divulgação de diversas formas de manifestação da cultura do Município. Em fevereiro de 1983, com parceria entre a Prefeitura Municipal, a ACARPA (Emater – PR) e a Associação dos Produtores Hortifrutigranjeiros do Litoral – PROHORTA, realizaram no Centro Histórico de Morretes a I Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes. Este evento ocorre na ultima sexta-feira de abril e 2º. Domingo de maio e continua sendo uma das molas propulsoras que alavancaram investimentos na agricultura, no turismo e também no artesanato típico do Município.

Antes da realização da Festa Feira, a única alternativa de comercialização da produção para os agricultores, era basicamente via Centrais de Abastecimento do Paraná (CEASA), consorciando-se em pequenos caminhões que para lá então, comercializam o produto de seus labores e, ainda através de intermediários que, devido a taxas cobradas pela comercialização, restava aos agricultores uma parte significativa de lucro do produto comercializado. Ainda que o Órgão Oficial do Estado assistissem tecnicamente estas famílias de agricultores, os horizontes comerciais restringiam-se a Curitiba e região metropolitana. Na década de 80, famílias de pequenos agricultores, assistidas pelo Órgão Oficial de Assistência Técnica, iniciou trabalho direcionado a agroindustrializacao da produção, com objetivo de agregar valores a mesma, diversificar a comercialização e como consequência melhorar a renda e a qualidade de vida das famílias dos agricultores.

O Município contava com aproximadamente 180 agricultores de hortaliças e de 151 unidades de transformação da produção, já implantadas, e 123 assistidas pela EMATER, sendo para estas famílias a principal fonte de renda. Morretes era reconhecida nacionalmente como grande produtora de gengibre e dentre as cidades do Litoral destaca-se como a maior produtora de hortifrutigranjeiros, como também, na produção de cachaça e com destaque para a agroindústria familiar. Mas a Festa Feira não parou por aí, outro setor que ganhou impulso foi o artesanato, havia no Município diversos artesãos, porem, seus trabalhos não eram divulgados e como consequência a renda desta atividade era insignificante. Após a implantação da Feira, os artesãos se organizaram e formaram a Associação de Artesãos de Morretes, hoje com 47 cadastrados, sendo umas das metas da Associação a capacitação de mãos de obra, gerenciamento, etc. Outro setor potencial do Município é a gastronomia, pois o fluxo de turistas aumentou consideravelmente, proporcionando crescimento deste setor, que possui como prato típico que faz parte da historia de Morretes, o nosso Barreado.

Pelo clima, pelo solo e por outros fatores o setor de floricultura cresceu de forma considerável no município de Morretes. Além disso, o evento promove as belezas naturais e conservada paisagem natural, aspectos históricos e culturais da nossa região que tornam Morretes naturalmente bela.
Além de ser uma grande vitrine de diversas atividades, a Festa Feira é sem dúvida, o maior evento temático do litoral paranaense, visitada por milhares de pessoas, onde barracas são dispostas na Rua das Flores, às margens do Rio Nhundiaquara, com o famoso barreado, guloseimas de doces artesanais, geleias, compotas, conservas, aguardentes, farinha de mandioca, suco de frutas naturais, trabalhos artesanais em madeiras, cordas, barros, e as delícias de gengibre, maracujá, banana e goiaba.

  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • Policia Rodoviária Federal - Acompanha os milhares de Motociclistas que visitaram Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • Encerramento XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • Evando Henrique e Alexandre na XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2013
  • Portal da XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes - Cerimonia de abertura do evento
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • Grupo Pau de Arara - XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • Trio Batucada - XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes
  • Trio Batucada - XXX Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes

Natal Luz em Morretes

Desde 2006, o Instituto Mirtillo Trombini está presente na comunidade de Morretes trazendo cultura para todos que aqui moram. Seja em seus ateliês de música, arte ou em sua biblioteca com mais de 16 mil livros, o Instituto está presente no dia a dia morretense.
O Instituto Mirtillo Trombini faz um convite: não deixem de prestigiar as apresentações do Coral Instituto Mirtillo Trombini, que começam a partir do próximo dia 20 de novembro. Para este ano, a organização do Coral traz como novidade a participação de uma Banda Sinfônica na abertura do espetáculo. A cada ano, as apresentações estão mais encantadoras e emocionantes!
A praça em frente ao casarão do Instituto também está sendo toda decorada e iluminada. Será um atrativo a parte nessa grande festa que são as apresentações do Coral do Instituto.
O Instituto Mirtillo Trombini está de portas abertas para todos! Vale à pena conferir!
Os eventos contam com o importante patrocínio do Ministério da Cultura e das empresas J. Malucelli, Trombini e J. Malucelli Re., por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e ainda com o apoio da Prefeitura Municipal de Morretes. A realização é do Instituto Mirtillo Trombini.

  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Banda Sinfônica - Natal Luz em Morretes
  • Banda Sinfônica - Natal Luz em Morretes
  • Banda Sinfônica - Natal Luz em Morretes
  • Banda Sinfônica - Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes
  • Natal Luz em Morretes 2011

Festa do Divino Espírito Santo - 2011

"A Igreja nasceu das missões de Jesus Cristo e do Espírito Santo. A missão de Cristo continua na da Igreja o Espírito Santo mediante seus dons, intervém na vida do cristão, abrindo um caminho de santidade. Por ele entramos em comunhão com o mistério de Deus manifestado em Jesus Cristo. Por sua força, o ser humano interage e se comunica com a pessoa e a obra de Cristo deixando-se encontrar, acolher e amar por ele. O Espírito ensina, recorda, testemunha e anima a caminhada dos cristãos; vai estar sempre conosco, guiando-nos para o caminho da verdade.

O objetivo da festa do divino é refletir a dimensão do Espírito presente em cada um de nós, o que evita a ocorrência de fanatismo e reducionismo e dispõem nossa vida à ação de Deus. Por isso a oração e o exercício dos dons nos abrem o caminho de santidade. Rezar os dons do Espírito manifestados na intimidade de cada um de nós, da a certeza de que Deus habita no ser humano, o qual é o templo do Espírito Santo."

Texto redigido por: Padre Luiz Gonzaga Pires

  • A Igreja nasce à Luz do Espírito Santo
  • Momento da novena do Divino Espírito Santo
  • Costela fogo de chão
  • Voluntárias na cozinha
  • Voluntárias na cozinha
  • Festa do Divino Espírito Santo - 2011
  • Festa do Divino Espírito Santo - 2011
  • Momentos do almoço
  • Hora do bingo
  • Procissão da Festa do Divino Espírito Santo

Celebração de Corpus Christi – 2011

A Paróquia de Nossa Senhora do Porto promove anualmente a celebração de Corpus Christi, onde os fiéis percorrem em procissão as ruas enfeitadas pela população Morretense.

Celebração especial dedicada à Eucaristia, que teve início na cidade de Liége, na Bélgica, em 1239. Assim como todo o mundo católico, Morretes realiza esta celebração com muita fé, porém, foi com o saudoso Padre Walter Zeniovinski, em 1967, que querendo demonstrar seu grande amor por Cristo na Eucaristia, espalhou diante de sua casa, pétalas de rosas, porque por ali o Cristo passaria.

O perfume e o colorido daquelas pétalas, foram notados pelo povo que dotado de fé e talento criativo, rascunhou alguns desenhos para que, no outro ano, no dia de Corpus Christi, fosse enfeitada a rua, por onde passaria a procissão. Desde então, todos os anos, as ruas são enfeitadas pela comunidade. Os trabalhos de decoração das ruas se iniciam a tarde e segue madrugada afora.

Seguindo a tradição em 2011 a celebração de Corpus Christi contou com as ruas enfeitadas, missa e procissão por ruas coloridas conforme pode ser observado nos registros fotográficos aqui apresentados.


Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Morretes - 25/02/2005

  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Decoração das ruas de Morretes - Corpus Christi - 2011
  • Celebração de Corpus Christi – 2011
  • Celebração de Corpus Christi – 2011

Festa de São Sebastião de 2013

A devota de São Sebastião de Porto de Cima, Professora aposentada e moradora na Comunidade de Porto de Cima, sempre conviveu e contribui até os dias atuais como voluntária em todas as ações e iniciativas desenvolvidas localmente.
Pedimos a ela sua contribuição em escrever sua percepção sobre a história da Festa de São Sebastião sob o ponto de vista desta devota.

Festa de São Sebastião de 2013
A festa de São Sebastião comemorada em 20 de janeiro de 2013 traz aos que desde a infância dela participam a nostalgia da simplicidade que girava em seu entorno, (vestido) traje simples, porém novo para toda família, frequência constante às nove novenas do Santo a Irmandade de São Sebastião presente as cantorias puxadas pelo Manequinho Honorato e João Câncio, os foguetes (morteiros) ao final de cada novena e ainda vive em nossa memória o som do terço cantado nas novenas e a presença dos irmãos em São Sebastião com a Bandeira do Divino Espírito Santo, recolhendo dinheiro para a cera de São Sebastião (velas).

O retorno feliz ao lar era feito a pé com lanterna de pilha, querosene ou até mesmo uma vela numa lata de óleo de cozinha servia para iluminar o breu da noite, as vezes pulando a correição, (que era a movimentação das formigas aos milhares a noite).

Hoje temos as novenas, os noveneiros, os festeiros, o ministro, o coral e sentimos que a fé no Santo Padroeiro se mantém. Pessoas vem de locais distantes homenagear e agradecer São Sebastião e no próprio dia da festa se reinscrevem como festeiro ou noveneiros. Na minha família São Sebastião é reverenciado a várias gerações: meus avós, meus pais, eu e meus irmãos, meus filhos e netos para se ter uma ideia isto soma mais de 150 anos.

O que impressiona nesta festa é a disponibilidade e afetividade dos devotos e da comissão da igreja. Surgem prendas pastel e sobremesas deliciosas, sem falar daquele churrasco e saladas, especialmente maionese de aipim. Outro senão o melhor a costela fogo de chão suculenta e macia que para ficar assim exige a noite toda dos assadores.

Quem abrilhanta também esta festa é o turista que vindo das praias e do litoral para participar de tudo.
A festa tem um som animado por duplas sertanejas locais que após a última novena culmina em animado baile familiar e dos devotos de São Sebastião que se divertem em clima de harmonia e respeito. No domingo a tarde o sarau traz visitantes de vários municípios para a diversão sadia e devoção ao São Sebastião sentem-se amparados por ele e sempre recorrem a ele com orações e pedidos.

Vale conhecer o que é vida na pequena localidade de Porto de Cima vila de São Sebastião.


Texto: Contribuição da Prof Rosely Boselisa Eckstein em 26 de janeiro de 2013.

Foto: Eder Cesar – Festa de São Sebastião de Porto de Cima – 20/01/2013

  • Festa de São Sebastião de 2013
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar
  • Festa de São Sebastião de 2013 - Foto: Eder Cesar

Corpus Christi 2013

A festa de Corpus Christi, é realizada após o Domingo da Santíssima Trindade. Foi instituída em 1264, pelo Papa Urbano IV, para honrar a presença de Cristo na Eucaristia. Em 1967, no dia de Corpus Christi, o saudoso Padre Walter, pediu à senhora Zilda Cavagnolli, Benfeitora da nossa Igreja, que jogasse pétalas de rosas na Santa Eucaristia, na passagem da procissão.
Numa demonstração de amor e fé, ela o fez, formando nas ruas belos desenhos. Desde então, todos os anos as ruas são enfeitadas com desenhos sacros, cobertos de flores e serragem. Neste ano concretizou-se um velho sonho, que era colocar nas ruas de nossa cidade, tapetes em carpetes, para Cristo na Santa Eucaristia passar.
Somos gratos à Prefeitura Municipal, pela aquisição de 400 m² de carpetes; ao Padre Luíz, pela doação das tintas e pincéis; à senhora Elizabeth Lemes, diretora da Galeria Trombini, pela orientação, o que muito nos ajudou; aos artistas morretenses que trabalharam incansavelmente, com muito amor, garra e talento. Que Deus abençoe suas preciosas mãos, Celina Cit, Rosana Cavagnolli, Eunice Ban Greboggy, Enio Tonetti, Claudia De Bona, Daniel Conrade, Denise Romanotto, Carolina Romanotto, Emer Ramos, Felipe Nicolau, Ana Bernardi e Isabella Zilli. A todos desejamos que o Cristo presente na Santa Eucaristia, abençoe suas vidas, com muita saúde e paz.

Autora: Laurice Salomão De Bona – Email: lauricedebona@yahoo.com.br

  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013
  • Corpus Christi 2013

Festa de São Sebastião de 2014

Programação das novenas para Festa de São Sebastião de Porto de Cima

1º Dia 10 de janeiro de 2014 (Sexta-feira) às 19h30 minutos
 Olinda Maria Estranbeck Luz; Sebastião Silva da Luz; Maria Aparecida Misqueviz Oliveira; Celso Assis Oliveira; Comunidade São João Batista da Graciosa.

2º Dia 11 de janeiro de 2014 (Sábado) às 19h30 minutos.

 Familia Selmer; Antonio e Zilda Carriel e Família; Família Cordeiro; Família Klingelfus; Comunidade Nossa Senhora da Salete.
3º Dia 12 de janeiro de 2014 (Domingo) às 19h30 minutos

 Leonardo da Silva Mendes e Família; Rosely Eckstein e Família; Ana Maria Böhm e família; Comunidade São Francisco do Candonga.

4º Dia 13 de janeiro de 2014 (Segunda-feira) às 19h30 minutos
 Paulo Cesar e Família; Eder Cesar e Família, Aécio Vitor e Família; Tereza Barbosa e Família; Comunidade São José Operário.

5º Dia 14 de janeiro de 2014 (Terça-feira) às 19h30 minutos
 Leo José Martins e Família; Sueli Terezinha Garcia; Comunidade São João Batista da Ponte Alta.

6º Dia 15 de janeiro de 2014 (Quarta-feira) às 19h30 minutos
 Aroldo da Silva e Família; Alceu da Silva (in memorian) e Família; Sorveteria Banana da Terra; Comunidade de São Pedro do Anhaia.

7º Dia 16 de janeiro de 2014 (Quinta-feira) às 19h30 minutos
 Jurandir Borba e Vilma; Marcia Leite e Família; Julio Shingo; Comunidade América de Baixo; Comunidade América de Cima.

8º Dia 17 de janeiro de 2014 (Sexta-feira) às 19h30 minutos
 Eloi Teixeira e Família; Família Dina; Sebastião Brindarolli Junior e Família; Estela Suckow e família; Comunidade São Sebastião do Rodeio.

9º Dia 18 de janeiro de 2014 (Sábado) às 19h30 minutos
 Sirlei Teixeira Ferreira e Família; Tereza da Cruz Ferreira e Família; Família Borges; Família Honorato dos Santos; Ivo Nunes Barbosa; Comunidade de Nossa Senhora Aparecida de Barreiros; Comunidade Santa Rita; Comunidade São Manoel; Comunidade Sagrado Coração de Jesus e Maria – Irmandade São Sebastião de Porto de Cima.

 21:00 – Grande Bingo com muitos prêmios

Festeiros

• Adão Ivo Cardoso
• Adilson Takami Shingo e família
• Agnaldo Assunção de Melo e família
• Alceu da Silva (in memorian) e família
• Alexandra de Fátima Cardoso
• Amaro Shiosaki da Silva
• Ana Carolina e Ana Maria Böhm
• Ana Julia Brittes
• Anderson Cardoso e família
• Anderson José Brittes
• Anor Cordeiro e Família
• Arildo da Silva e família
• Aroldo da Silva e família
• Cristiane da Silva
• Eder Cesar e Família
• Eloi Teixeira e família
• Ernani M. Suckow (in memorian) e família
• Estela Suckow e família
• Família Dina
• Família Sundin
• Flávio Prado e família
• Francelina Garcia
• Irmandade de São Sebastião de Porto de Cima
• Isabel da Silva Rodrigues e Filhos
• Ivo Nunes Barbosa e família
• Janete Sellmer e família
• Jaqueline Rodrigues de Lima
• João Adolfo Selmer
• José Américo da Silva Fulgêncio e família
• José Anibal do Nascimento
• José Charello Filho e família
• José Ricardo Klingelfus e família
• Julio Shingo
• Leo Martins da Silva e família
• Lineu Cardoso
• Mara do Rocio Silva
• Maria do Rocio Valentin
• Maria Eulézia Selmer dos Santos e família
• Maria Helena Brittes
• Maria Luisa Basílio e família
• Multiloja Porto
• Neli Terezinha Garcia
• Nicanor Alves de Melo e família
• Odete Gonçalves (in memorian) e família
• Odir Ireno de Miranda (in memorian) e família
• Otávio Bueno e família
• Pedro Márcio da Silva Ribeiro e família
• Pousada Dona Siroba
• Rafael Evandro Rosa e família
• Regina Maria Rocha Loures Bueno
• Renato Barbosa e família
• Rosalvo Silvano Schmidt e Família
• Rosely Boselisa Eckstein
• Satoru Shingo e família
• Sebastião Brindarolli Júnior
• Sirlei Teixeira e família
• Sueli Terezinha Garcia
• Tadaci Shiosaki e família
• Zilda e Antonio Carriel de Lima e Família
• Tereza da Cruz Ferreira e família

Programação da Festa de São Sebastião de Porto de Cima

Dia 18/01/2014 – Sábado

 Após a novena haverá queima de fogos em seguida será servido, churrasco, pastel e bebidas.

 21:00 – Grande Bingo com muitos prêmios

Dia 19/01/2014 – Domingo

 06:00 – Alvorada
 11:00 – Missa solene, seguida de procissão que ocorrerá com qualquer tempo.
 12:00 – Almoço com o seguinte cardápio: Risoto, salada a vontade, suculento churrasco e a famosa costela fogo de chão.
• Pelos talheres emprestados pela Igreja, será cobrada a taxa de R$ 3,00 pelo uso.

 14:00 – Grande Bingo com muitos prêmios





Este veículo de comunicação é uma doação de um devoto pelas graças recebidas, mas as informações contidas nesse convite são de responsabilidade do voluntário e Presidente da Capela de São Sebastião de Porto de Cima Senhor Paulo Cezar de Souza – Telefone: 041-97555687.

  • Igreja de São Sebastião de Porto de Cima - Entrada da Santa Missa - Soldados de São Sebastião
  • Hora do bingo nova rodada - Festa de São Sebastião - Foto: Samuel Silva
  • Festa de São Sebastião de 2014
  • Comércio de camisetas - Festa de São Sebastião - Foto: Samuel Silva
  • Hora do leilão - Festa de São Sebastião - Foto: Samuel Silva
  • Saboroso almoço - Festa de São sebastião - Foto: Samuel Silva
  • Hora do sorteio das rifas - Festa de São sebastião - Foto: Samuel Silva
  • Igreja de São Sebastião de Porto de Cima - Novena

A XXXI Festa Feira Agrícola e Artesanal de Morretes – 2014