Trabalhos

TURISMO NA ILHA DO SUPERAGÜI - O PARAÍSO CAIÇARA - SOB A ÓTICA DO SEU POVO - GUARAQUEÇABA - PR

Autor: YANA KOSSEMBA DA SILVA

RESUMO

A Ilha do Superagüi, localizada no município de Guaraqueçaba – PR, é um Patrimônio Natural da Humanidade que abriga plantas e animais endêmicos da região. Praia, mar e natureza atraem turistas do mundo inteiro, sendo que a atividade turística tornou-se uma das principais fontes de renda para a comunidade. Com o intuito de diagnosticar as implicações relacionadas com essa atividade, partindo da visão dos moradores, foram realizadas entrevistas na qual os entrevistados expunham sua opinião livremente. A entrevista foi realizada com 31 moradores da ilha, sendo 18 deles donos de estabelecimentos comerciais e 13 pescadores. A maioria dos entrevistados considera que o turismo é bom pra a comunidade, pois beneficia o comércio com a venda de peixes e camarão, e também acham positivo o contato com pessoas e culturas diferentes. Entretanto, alguns percebem que há impactos negativos, como a falta de consciência em relação à preservação do meio ambiente, destinação incorreta do lixo, e aumento no consumo de drogas. Na questão de relação da comunidade com o IBAMA houve unanimidade de opinião, de que não há uma boa relação; a comunidade sente-se deixada de lado pelo órgão. Após o término desta pesquisa, verificou-se a necessidade de implantar programas voltados à educação ambiental tanto para a comunidade como para os visitantes.

ABSTRACT
The Superagui Island, located at Guaraqueçaba city - Paraná, is a Natural World Heritage Site that houses several endemic regional plants and animals. Beach, ocean and nature attract tourists around the world, and the tourism became a major source of income for the community. In order to diagnose the implications related to this activity, from the viewpoint of the residents, some interviews were conducted and the interviewed exposed their opinions in a free way. The interviews were realized with 31 Island residents, being 18 about them shops owners and 13 fishermen. The majority believes the tourism is good for the community, because it benefits with the sale of fish and shrimp, and they consider the exchange cultural a positive experience to the island residents. In another way some of them realize negative impacts, as the awareness regarding preservation of environment, improper trash disposal, and increased consumption of drugs. About of the community and IBAMA relationship there were unanimity of opinion: there’s no good relationship because the community has a sense of abandonment by the public institute. After the research found the necessity of an enplanement some environment care programs to the community and the visitors.